• CETKV
  • CETKV

revista

TKV

versão online desde 2017

imagens: pixnio.com

Quinta 

Edição

Editorial

por Fernanda Raquel

O tema desta edição da Revista TKV cria uma conexão entre pesquisas que relacionam a Técnica Klauss Vianna a questões de gênero. Assim, os textos que contribuíram para este número nos impulsionam a pensar sobre corpos e alteridades, vinculando-se a temas contemporâneos e a processos de descobertas de possibilidades não normatizadas, nem normalizadas. 

Mais uma vez a revista apresenta-se como abertura de diálogo político e artístico –  não poderia ser diferente quando se tem como referência o pensamento de Klauss Vianna. Arte e vida, teoria e prática inseparáveis. Em meio a textos acadêmicos, registros sensíveis, ensaio fotográfico e poesia, a singularidade de cada experiência se faz presente, afetando nossos saberes, nossos entendimentos de mundo.

Nas páginas desta edição, além de Klauss Vianna, há outra referência fundamental presente no artigo e nas monografias publicadas, a autora Judith Butler. Seus livros são bibliografia obrigatória quando se discutem questões de gênero. Sua reflexão sobre a performatividade de gênero nos permite pensar que há sempre a possibilidade de falha na repetição de atos performativos – fraturas que fazem emergir modos impensados de agir, pensar e sentir.

Desorganizar as regras, despadronizar os corpos, desestabilizar as categorias, investigar a partir do que escapa às lógicas de identidade, insistir em processos de subjetivação que ampliem as capacidades expressivas do corpo, investigar a abertura de espaços outros – talvez possamos pensar em todos esses elementos como elos entre os materiais compartilhados nesta edição.

O convite às contribuições para este número da Revista TKV nos fez perceber que nossas proposições podem envolver propostas que “não se encaixam perfeitamente” ao tema. Mas, não seria uma contradição se assim fosse? Nos interessa mais a abertura que o fechamento. Só assim conseguiremos construir outros caminhos, outras escutas, outros movimentos e outras práticas.

Mais uma vez é um prazer compartilhar com nossxs leitorxs todas essas inquietações e convocações, e assim nos alimentarmos para os próximos diálogos.

Boa leitura!

       

v.2  nº5 / 2019

revista semestral

ISSN 2594-5203 / 

Disponível em 15 de dezembro de 2019

Seção ENSAIOS

"Klauss Vianna e a Potência da Teoria Queer"

PETRONILIO, Paulo; RODRIGUES, Roberto.

Seção POÉTICAS

"Corpo estranho"

PICCHIA, Daniela

"Diário em Partilha: Rastros de Criação de Medusa ao Reverso e suas potentes

Reverberações Poéticas"

OLIVEIRA, Kamilla Mesquita; CAPELATTO, Igor; PENZ, Rubem; SANCHO, Isabella; MARCELO, Jean.

 

"Rastros de uma bailarinatriz" 

SANCHES, Julia Malu.

Seção MONOGRAFIAS

"Agreste: Uma proposta de processo criativo  partir da Técnica Klauss Vianna"

JESUS, Natasha Curuci de

Orientação: Profª. Mª. Fernanda Raquel

​"Mulher? Que corpo é esse? A importância da Técnica Klauss Vianna nas discussões sobre a performatividade do corpoM"

PINTO, Veronica Pereira

Orientação: Profª. Drª. Jussara Miller