PARTILHA DO CHÃO: O GESTO COMO MOVIMENTO

Carla Chaim

revistatkv-v1n9-4

10.4322

/

O presente ensaio visa refletir sobre o papel do corpo humano na criação de utopias e novas realidades, tendo como ponto de partida a manifestação da dimensão política da gestualidade nos trabalhos produzidos pela autora nos anos de 2019 e 2020, durante o período de quarentena imposto pela pandemia do Covid-19, lido como pausa em meio a um modelo neoliberal que não permite intermitências.