CORPO, ENCONTRO EM DEVIR

Marcus Vinícius Moreno e Nascimento

revistatkv-v2n10-13

10.4322

/

A urgência do agora, o desejo de falar sobre o tempo e tentar capturar o instante a partir do corpo que dança é o mote para a escrita deste artigo, que tem como principal acionamento o encontro com a Técnica Klauss Vianna. O contexto dessa
escrita, está enredado pela ideia de soma, proposição vista como algo vivo, em uma
organicidade ao que se é no espaço e momento em que se está. Nesta perspectiva, o texto procura tocar os processos de individuação, dos quais fala o filósofo Gilbert
Simondon e a proposição de uma presença-convite, descritas por Milene Lopes Duenha e Sandra Meyer, fundamentais para emergirem afetos que se configurem em transformações, num processo de permanente contaminação do corpo com o ambiente.