< Back

Edição 9

"A DANÇA-ESCRITA DO COTIDIANO: PERCEPÇÕES SOBRE ESTADOS DE PRESENÇA EM TEMPOS PANDÊMICOS"

Beatriz Galvão Alves e Fernanda Raquel

10.17648/revistatkv-v2n8-2

De acordo com a Teoria Corpomídia, nos constituímos em processo constante na troca de informação com o ambiente. Nesse processo, compomos o ambiente ao mesmo tempo em que este nos transforma sendo que o acontecimento se dá nas informações “corpando”, isto é, “virando corpo”. Assim, podemos dizer que o período pandêmico passou a “corpar” e informa os movimentos das danças deste momento. Aqui traremos discussões sobre estados de presença de um corpo que escreve sobre este dançar.